20 de novembro de 2017

A Herdeira #4

Resultado de imagem para A herdeiraTitulo: A Herdeira
Autora: Kiera Cass
Paginas: 390
Editora: Seguinte

Vinte anos atrás, America Singer participou da Seleção e conquistou o coração do príncipe Maxon. Agora chegou a vez da princesa Eadlyn, a filha mais velha do casal. Criada para ser uma líder forte e independentes, ela nunca quis viver um conto de fadas como o de seus pais. Por isso, antes de conhecer os trinta e cinco pretendentes que irão disputar sua mão numa nova Seleção, a jovem está totalmente descrente.Mas, assim que a competição começa, a situação muda de figura, e Eadlyn percebe que encontrar seu príncipe encantado talvez não seja tão impossível quanto imaginava.

O que vem depois do "Felizes para sempre"?

Olá meus leitores!
Vim com uma resenha da serie mais querida pelos leitores e principalmente por mim. O quarto livro da serie A Seleção, da autora Kiera Cass. Quando terminei o terceiro livro A Escolha, fui diretamente embarca nessa leitura da A Herdeira, praticamente eu não gostei muito desse livro, bom tenho meus bons motivos, então segue a leitura que logo, logo descobrirá.

Depois de vinte anos dos acontecimentos do final da A Escolha, America e Maxon passam a ser apenas personagem secundário. Em A Herdeira conhecemos a nossa protagonista Eadlyn, a primogênita do casal, sendo assim se tornando a futura Rainha de Iléa. A primeira ações de Maxon ao ser rei, foi acabar com as castas como a sua querida esposa America queria, porém nem tudo é um mar de rosas. Iléa mesmo com a eliminação das castas, ainda passa por graves problemas, passando a ter manifestação e rebeliões violentas contra a realeza e a monarquia. Enquanto isso o Rei procura uma solução sensata para resolver esse problema, assim encontrando uma forma de fazer uma nova Seleção com sua filha, a fim de distrair seu povo. 

Princesa Eadlyn, passar a seguir os passos de seu pai para tornar uma rainha exemplar e ocupar seu devido lugar no trono. Mas Eadlyn não ficou muito feliz com essa proposta de seu pai em fazer uma nova seleção, já que para uma garota independente, forte e bastante mal criada, ela não pensava em escolher um príncipe e tampouco nem se casar para um bom resumo, ela não iria se casar nunca. Eadlyn vendo seu pais e o cansaço do pai para tentar resolve os problemas de Iléa, aceita entra em nesse jogo porém com suas condições de que em três meses não se apaixonaria mandaria os candidatos embora e assim ficaria solteira. Maxon concordou e ela concordou com esse trato, então uma nova Seleção começa.

"O amor servia apenas para destruir nossas defesas, e eu não poderia me dar esse luxo."

"Por isso o amor era uma ideia terrível: Ele enfraquecia as pessoas. "

As coisas mudaram de figura, são trinta e cinco  garotos e uma princesa. Todos tentando conquista o coração da nossa querida princesa, mas as coisas não são tão fácil assim já que Eadlyn não deixará ninguém chegar perto, ainda mas sendo teimosa. No começo foi fácil mas com o decorrer da leitura vemos a garota fica tão confusa com os garotos que passou a se encanta por alguns deles, deixando assim a sua barreira mas vulneral. Também conhecemos os irmão de Eadlyn, o seu irmão gêmeos Ahren que por consequências do destino ele nasceu 18 minutos depois de Eadlyn, tornando ela a primogênita, Kaden um adolescente de quatorze anos não aparece muito na trama mas em alguns momentos podemos ver sua presença e o mas novo Osten que tem dez anos e claro o mas sapeca que sempre vive aprontando pelo palácio.

"Há coisas sobre nós mesmos que só aprendemos quando deixamos alguém se aproximar de verdade."

Eu quando inicie essa leitura fiquei bastante com raiva da princesa, a personalidade dela não me encantou de primeira. Ela é totalmente o contrario da minha querida America, bastante egoísta, mandona, insuportável acho que se estivesse uma lista de pessoas chatas, seria totalmente ela, mas com decorrendo a leitura eu fui me encantando pouco a pouco mas não tanto como eu queria, já que ela não ajudava em nada, mas vale ressaltar que ela tem aquela personalidade igual do pai de Maxon que eu odiei ele no livro A Escolha.  Mas há pontos positivos que ela mostra ser uma garota independente, que pode resolve seus próprios problemas, uma mulher forte com as coisas que vão acontencendo com ela. Eu gostei do livro não tanto como os anteriores mas estou querendo finalizar essa serie mas estou bastante receosa com o ultimo livro e espero não me decepcionar muito.

A leitura é fluida, no começo me senti que não ia mas depois começou a ir rapidamente, a autora saber escrever uma historia impactante e sempre me surpreendendo com sua escrita, apesar de não ser o meu preferido mas a historia é boa, então vale a pena ler.

5 comentários

  1. Hey, tudo bem?

    Eu amo a série Seleção, mas também não sou muito fã de Herdeira. Mas acho que a leitura é super válida. Estou curiosa demais para ler a continuação.
    Ótima resenha!

    Beijos
    Mari Barros
    Blog Diversamente

    ResponderExcluir
  2. Oi Lily tudo bem?
    Eu adorei sua resenha, mas essa dica eu deixo passar.
    Eu não sou muito fã de distopias e a série A Seleção nunca me chamou muito a atenção na verdade. Mas eu adoro as capas!

    Beijos
    Blog Tell Me a Book

    ResponderExcluir
  3. Oi! Eu já li a trilogia da América mas desanimei de ler a parte da Eadlyn depois de ver tantos comentários negativos sobre a protagonista. Seus comentários só corroboraram com tudo que já tinha lido. Pretendo lê-la um dia, apenas não estou muito no clima no momento.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Ei confesso que quando ganhei esse livro eu primeiro li até a página 93. E sem brincadeira. Somente um ano depois eu decidi terminar ele. Aí eu li ele em uma tarde. O livro para mim não foi tão agradável quando li, ganhei o último que é A coroa. Mas confesso que nunca li e nem me vejo lendo ele. Para mim a história teria acabado em a escolha é nada mais.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Esse livro não me agradou muito, claro que nós fãs da série queríamos mais livros, mas a personagem não me conquistou, parecia que nem era filha da America rs' e isso me afastou um pouco, só no finalzinho que comecei a gostar, mas acabou e até hoje não li a continuação rs' quem sabe um dia!

    beijos!
    blogdatahis.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Layout Free - Design e Desenvolvimento por: Adorável Design